Veja com Ricardo Tosto os benefícios de se aderir à arbitragem em uma disputa empresarial

O longo tempo que alguns processos judiciais têm levado para serem resolvidos, tem dado força à adesão pelos empresários de um novo método de resolução de litígios – trata-se da chamada Arbitragem, que é feita fora do poder judiciário, explica o sócio fundador do escritório de direito Leite, Tosto e Barros, o advogado Ricardo Tosto. Essa mediação de disputas empresariais vem ganhando bastante espaço, principalmente, por dois motivos – maior agilidade na solução de problemas; e redução de custos e burocracias.

Buscar a solução dos litígios no poder judiciário, muitas vezes – para problemas de alta complexidade – pode levar até 5 – 6 anos. Já, com a arbitragem, o processo corre mais rápido – no máximo 23 meses.

Ricardo Tosto salienta que esse tipo de processo realizado fora do poder judiciário pode ser feito, por exemplo, por meio de uma mediação intraorganizacional. O que se imagina é que as empresas que ainda não o fizeram vão começar a capacitar funcionários, ou, mesmo, contratar terceiros, que estejam aptos a formarem uma mesa para resolução de conflitos de interesses intraorganizacionais.

Arbitragem online

A negociação online também surge para evitar trâmites judiciais nas disputas empresariais, ressalta Ricardo Tosto – basta que as duas partes envolvidas no litígio façam, em comum acordo, um cadastro online rápido. Um software analisa os dados de acordo com um algoritmo pré-definido e, depois, são oferecidas opções de acordo, explica o sócio do Leite, Tosto e Barros. É mais uma forma de mediação de disputas que reduz a burocracia, o tempo e evita a necessidade de locomoção – tudo é resolvido em poucos minutos, por meio do computador.

“Se as duas partes conseguem acordar de modo rápido e que fique bom para os dois lados, não há porque adentrar com um trâmite judicial que poderá ser moroso e desgastante. O sistema judicial brasileiro está atravancado e qualquer método para auxiliar esses gargalos é bem-vindo”, enfatiza Ricardo Tosto.

Evitar o cruzamento pessoal entre as partes envolvidas no conflito empresarial é outro ponto positivo da resolução por meio de arbitragem online. Visto que, nem sempre esse encontro acontece de forma agradável e tranquila.

Investir para economizar

O advogado Ricardo Tosto acentua, ainda, a importância de ser feito pelas empresas brasileiras investimentos não só em arbitragem, mas também em programas de compliance. Ambos são capazes de evitar gastos desnecessários, bem como, desgastes judiciais.

Ainda existem muitas empresas que não aderem ao processo de arbitragem porque o consideram caro. Mas o sócio do Leite, Tosto e Barros chama a atenção para o tempo que leva cada tipo de processo – com o método tradicional, os gastos podem se estender por anos. “É preciso considerar o tempo ao qual os honorários serão pagos. Na arbitragem tudo é mais rápido”, conclui Ricardo Tosto.

 

Author: Nager10